quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

TRÓIA-SAGRES 2016

#fugarosa #womenscyclingportugal #terceiravez


PINK CRUSH


2016 IN PICTURES

Estou de volta, não a 100% mas com esperança de voltar a 90%. As antigas e novas mazelas continuam a querer incomodar mas felizmente estou a aprender a viver na sua companhia.
Pensava eu que não tinha assunto sobre o qual escrever aqui neste cantinho e afinal depois de rever algumas fotos publicadas no facebook, vejo agora que afinal devo estar grata por um ano feliz e repleto de coisas boas. 

Conheci gente fantástica, pude "triatlar" um pouco dentro dos limites, conviver bastante com os amigos, passear, comer e beber. Há melhor? Grata, muito grata.
Fica aqui um pouco do que se passou neste último ano em formato fotográfico.


Triatlo Sprint da Praia da Luz em Abril 2016


Triatlo Sprint Albufeira em Maio 2016


Campeonato Europeu Age Groups, Lisboa, Maio 2016


Meta Triatlo da Luz, Abril 2016


Triatlo Sprint, Peniche, Junho 2016


com colega Alice, Triatlo de Peniche em Junho 2016


numa das voltas a solo


Treino natação com alguns elementos da equipa Louletano, Verão 2016


treino natação com colega Alice, Loulé, Verão 2016


com colegas do clube na volta #womensride100 a Almodôvar, Outubro 2016


volta #womensride100, edição Malhão, Novembro 2016


volta #womensride100, Almodôvar edition, Outubro 2016


primeira volta #womensride100, Cacela Velha, Julho 2016


volta Quarteira - V.N. Milfontes, Agosto 2016


triatlo sprint Azores Airlines, Ponta Delgada, Novembro 2016

com elementos da equipa LDC no triatlo em Ponta Delgada, Novembro 2016


terça-feira, 29 de março de 2016

QUASE DE VOLTA!


Hoje de manhã cedo consegui correr 30 minutos com boas sensações. Não houve dores e não precisei de me arrastar até cumprir o planeado. 
Ao que cheguei! :-) Não me arrastar até ao fim, é suficiente para me deixar feliz o resto do dia...Eh, eh, eh... Mas é assim mesmo que tem de ser. O corpo vai começar a habituar-se à rotina e devagarinho, a baixa intensidade enquanto não estiver bem recuperada desta laringite que ainda não me deixa falar, chegaremos lá.

Ontem de manhã fui ao médico e comecei com nova medicação. Dormi muito melhor e apesar de ainda não conseguir falar, espero estar melhor amanhã.


segunda-feira, 28 de março de 2016

PODIA SER PIOR... (repete 10x)


As boas notícias? 
O dia de Páscoa foi muito bom. Os nódulos parecem ter melhorado. Consegui correr 30' no sábado e no domingo, o que deu para me levantar o ânimo. E já consigo respirar perfeitamente! Ahhhhhh... :-)

As menos boas notícias? 
A dor de garganta voltou e é tão forte que me tirou da cama antes das 4 da manhã. Além disso as minhas cordas vocais começaram a perder capacidades ontem e já perdi a voz.

Tomei um Benuron e aguardo o nascer do dia para ir tentar resolver esta questão.



sábado, 26 de março de 2016

PÁSCOA FELIZ


Bom dia!

Não vim desejar apenas Boa Páscoa, mas já que aqui estou desejo a todos uma Feliz Páscoa na companhia de quem amam

As novidades que trago não são animadoras. Na semana passada adoeci, com uma forte laringite associada provavelmente às alergias comuns da época que me deixaram totalmente KO, dos pés à cabeça. Fiquei de cama o fim-de-semana passado e até ontem estive em recuperação. Além disso, a minha pardalita também adoeceu com pneumonia e ainda se encontra em recuperação, felizmente tudo a correr bem.

Todo este cenário provocou alguns efeitos de desânimo nesta alminha. Ainda pensei que pudesse restabelecer-me rapidamente e aproveitar as duas semanas antes do triatlo de Quarteira para treinar, mas qual quê?! Desanimei a pensar que com tão pouco treino ainda me vi privada do pouco tempo que me restava para treinar.

Hoje já a sentir-me melhor e a conseguir respirar quase a 100%, vejo as coisas de outro prisma. 
No stress! Não faço o tri de Quarteira? What's the problem? Haverá mais oportunidades durante a época que se iniciou há pouco. É que sinceramente sujeitar o corpo a um desgaste enorme, quando ainda me encontro a recuperar (ainda me dói o pescoço devido a um nódulo que me apareceu na garganta), não sei se é para mim.

Já anseio pelos dias em que poderei voltar a mexer-me e a dar de mim. Step by step lá irei chegar. Respeita o teu corpo, cuida dele e tudo entrará nos eixos - o meu mantra dos próximos tempos.

Feliz Páscoa, aproveitem bem a boa companhia da família ou amigos, desfrutem das iguarias da época e sejam felizes!!!











segunda-feira, 7 de março de 2016

SURVIVAL MODE


Hoje é dia de começar a pensar no assunto a sério para começar a treinar mais a sério para adquirir os mínimos aceitáveis que nos permitem participar num triatlo. Infelizmente estas não são as condições perfeitas para sequer pensar em participar no próximo triatlo de Quarteira a 3 de Abril, mas a vida é assim. 

O desporto é um prazer que tenho na vida, mas na lista das minhas prioridades, infelizmente ou felizmente não se encontra no topo. Nessa lista surgem em primeiro lugar os filhos, o marido, a restante família, o trabalho, os amigos, uma rotina de sono confortável e depois o desporto. Não sei se esta lista tem tudo arrumado na ordem correcta mas actualmente é assim que defino a minhas prioridades.

O triatlo continua no topo da minha lista de hobbies favoritos e o triatlo de Quarteira é sem dúvida o meu desafio desportivo favorito. Primeiro porque é em casa e depois porque me sinto em casa.

É para mim impensável ter uma prova destas no meu quintal e não aproveitar para participar nela. Só mesmo em condições muito adversas é que optaria por não participar no desafio.




Hoje é dia de começar a pensar no assunto a sério para começar a treinar mais a sério para adquirir os mínimos aceitáveis que nos permitem participar num triatlo. Infelizmente estas não são as condições perfeitas para sequer pensar em participar no próximo triatlo de Quarteira a 3 de Abril, mas a vida é assim. 

O desporto é um prazer que tenho na vida, mas na lista das minhas prioridades, infelizmente ou felizmente não se encontra no topo. Nessa lista surgem em primeiro lugar os filhos, o marido, a restante família, o trabalho, os amigos, uma rotina de sono confortável e depois o desporto. Não sei se esta lista tem tudo arrumado na ordem correcta mas actualmente é assim que defino a minhas prioridades.

O triatlo continua no topo da minha lista de hobbies favoritos e o triatlo de Quarteira é sem dúvida o meu desafio desportivo favorito. Primeiro porque é em casa e depois porque me sinto em casa.

É para mim impensável ter uma prova destas no meu quintal e não aproveitar para participar nela. Só mesmo em condições muito adversas é que optaria por não participar no desafio.

Este ano estou na minha pior forma de sempre. Estou com 38 anos, (Ainda me vou rir deste post daqui a alguns anos...) peso mais do que alguma vez pesei, estando com 5-6 kg a mais e nunca treinei tão pouco como neste momento. Não nado desde Setembro, não pedalo desde Novembro e tenho corrido tão pouco que podia arriscar dizer que não corro com alguma frequência semanal desde Janeiro. Comecei a nadar e a pedalar na semana passada, mas muito limitada.
A natação apesar de ser a modalidade em que tenho menos dificuldades é aquela que me custa mais treinar. É um sacrifício enorme ir à piscina. Não sei se gosto mais de nadar ou de limpar vidros a tarde inteira... É aquele frio que me mata!!! Aquele primeiro mergulho até aquecer... Brrr...

Quem está dentro das lides do triatlo, poderia afirmar que eu nem deveria ponderar participar nestas condições, mas, nestas coisas, eu sou uma optimista. Além disso, temos de começar por algum lado. E se é para começar, vamos lá! Nada de adiar...só porque...estamos na nossa pior forma de sempre!!! (Medo!!!)

No dia 3 de Abril estarei lá dar o meu melhor e até lá vou preparar a minha entrada na época da melhor forma que puder. Haverá mais triatlos, mais oportunidades, mas será aqui que vou voltar. Está decidido!

Deixo-vos algumas fotos de há cerca de um ano, quando participei no Triatlo de Vila Real de St.º António e no I Triatlo Indoor de Loulé. No ano passado, infelizmente só participei em 3 provas. Nestas duas e no triatlo de Quarteira.
Nessa altura já me queixava que estava em má forma, continuava a lutar com a minha lesão no pé mas sentia-me melhor do que hoje.
Dentro de 4 semanas não vai ser uma prova para desfrutar do ambiente de festa que se vive nesse fim-de-semana. Não, tenho noção perfeita disso! Será um teste de sobrevivência. 

O objectivo é só um: terminar e poder voltar cá para relatar a experiência de alguém que se atreve a fazer aquilo com 1 mês de treino e a começar com uma base muito, mas muito frágil.

quinta-feira, 3 de março de 2016

OH HAPPY MORNING




Bom dia!!! A começar bem o dia! 
Além de ter voltado a treinar aos poucos, estou mais mentalizada quanto à necessidade de uma boa alimentação que influencia, sem dúvida, tanto o meu bem-estar físico como emocional.

Quanto à actividade física, estive parada durante algumas semanas, desde o Carnaval. Férias, constipações, gripes, miúdos, serviram de desculpa para me ausentar das corridas e afins, mas felizmente o tempo está a aquecer e o meu ânimo também.

Voltar a correr está mais complicado... Paramos, ganhamos peso e quando voltamos a correr parece que carregamos o mundo às costas, mesmo a um ritmo leve. É este o preço que se paga pela inconsistência. Mas a pouco e pouco, usando a cabeça, respeitando o corpo e suas limitações, chegamos ao destino.

E qual é o destino? Qual é?  Ah, pois é... Na próxima publicação, vamos conversar sobre isso. ;-)

domingo, 28 de fevereiro de 2016

DE VOLTA



Oh meu Deus, perdi a palavra-passe e pensava que nunca mais iria conseguir entrar no blog...
Mas aqui estou de volta. Mais velha, mais experiente, mais... bem... mais tudo! :-D
Em breve volto com estórias para voltar a preencher este espaço que tanto prazer me deu durante alguns anos.
Até já!